Lanterninha madness

Coleção de lanternxs resultante de oficina para adultxs no CABRALAB, em Casa Branca – Brumadinho MG.


0 Comments1 Minute

NØ SCHOOL Nevers

Entre 1 e 13 de julho de 2019, a Gambiologia esteve presente na escola de verão NØ SCHOOL, na cidade de Nevers, na França. O projeto foi representado por seu coordenador Fred Paulino, como um dos professores – o único da América Latina em um grupo de quase 30 convidados.

NØ SCHOOL NEVERS is a unique international summer school, held in Nevers, in Burgundy, aimed at students, artists, designers, makers, hackers, activists and educators who wish to further their skills and engage in critical research around the social and environmental impacts of information and communication technologies.

Confira abaixo algumas fotos registradas em 35 mm durante a viagem.

Além da mentoria nas atividades do hacklab instalado na escola, Fred concebeu e desenvolveu, junto a Garnet Hertz, Patrick O’Shea e Regina Sipos, a obra “ReTrash Stamping Machine“. Trata-se de uma máquina escultórica / instalação eletrônica totalmente feita com componentes refuncionalizados e sucatas, que ocupa-se de automatizar uma função burocrática das mais mecânicas e banais: bater um carimbo. Uma máquina extremamente complexa para a realização de uma tarefa extremamente simples.


0 Comments2 Minutes

Magiclick – Ganso no Cinema

Como uma das atividades paralelas à exposição Maquinações em Belo Horizonte, no Sesc Palladium, tivemos a honra e alegria de organizar uma mostra de filmes em homenagem ao nosso finado grão-mestre Paulo Henrique Pessoa, o eterno Ganso.

Pesquisamos, entre seus amigos e parceiros de trabalho, obras de audiovisual que contaram com a contribuição do Ganso em vários momentos da sua vida. Nos longas e curta metragens selecionados, nosso amigo multiartista atuou ora como diretor, ora como ator, ou diretor de arte, figurinista e designer.

Em memória do Ganso… Magiclick!

Abaixo, frames de alguns dos filmes participantes.

O Pirotécnico Zacarias
O Elixir
Encomenda ao Ganso
O Ego Filho da Égua

Confira a programação completa da Mostra:

Os Contratadores (2012)
Direção: Evandro Rogers e Marcus Nascimento
Elenco: Sérgio Penna, Chico Aníbal, Rodrigo Signoretti (Caju) e Ganso

Uma Onda no Ar (2002)
Direção: Helvécio Ratton
Figurino: Ganso (assistente: Marney Heitmann)

Encomenda ao Ganso (2002)
Direção: Pablo Lobato

Eliminacha (1977)
Direção: Coletiva (“Turma do Murinho” ou “Teatro Vogler da Saúde Magnética”)

O Elixir (1979)
Direção: Cláudio Versiani (Pits), Ganso e Luiz Philippe Carneiro de Mendonça

O Ego Filho da Égua (1978)
Direção: Paulo Laborne
Ator: Ganso

O Pirotécnico Zacarias (1979)
Direção: Paulo Laborne
Ator: Ganso

O Pintassilgo (1978)
Direção: Paulo Laborne
Ator: Ganso

Idolatrada (1983)
Direção: Paulo Augusto Gomes
Direção de arte: Ganso

O Aleijadinho: Paixão, Glória e Suplício (2003)
Direção: Geraldo Santos Pereira
Direção de arte: Ganso


Muito obrigado a:

Fabiano Fonseca, pela trilha sonora ao vivo durante exibição do filme “O Pintassilgo”.

Paulo Laborne, Tarcísio Vidigal (Grupo Novo de Cinema e TV), Marcus Nascimento (Emvídeo), Helvécio Ratton, Birimbica Potter, Pablo Lobato, Luiz Philippe Carneiro de Mendonça, Laura Santos e Daniel Ferreira (Café Pingado Filmes), pela colaboração na coleta do acervo e cessão dos filmes.


0 Comments2 Minutes

ISEA2018 – África do Sul

Intervenção com LEDs sobre cabra de arame esculpida por artesão local

Gambiologia esteve presente no ISEA 2018 (International Symposium on Electronic Art), na cidade de Durban, África do Sul. Entre 23 e 30 de junho / 2018, o projeto pousou pela primeira vez no continente africano, representado por Fred Paulino. Além de apresentar no evento uma palestra em formato “Artist Talk”, o artista e curador integrou a exposição “Life Hacking“, na KZNSA Gallery. A curadoria foi de Marcus Neustetter, diretor artístico do festival.

As peças apresentadas por Fred foram todas elaboradas durante o período de montagem da mostra (4 dias), na própria galeria, em formato de workshop aberto. Foram utilizados unicamente objetos encontrados ou adquiridos nas ruas africanas, transformados em objetos eletrônicos (ou não) pelo artista e por colaboradores, compondo senão uma instalação, uma pequena coleção. Os objetos traziam parte do repertório básico da Gambiologia – colecionismo, garimpo, readymade, remix cultural e tecnologias eletrônicas de diversos tempos. A coleção produzida traz um recorte bem humorado sobre o período do artista no país, além de pitacos sobre a relação África-Brasil em um contexto tecnológico.

Makers, recyclers, hackers, inventors, survivalists manipulate not only materials and media, but systems. Responding to the status-quo of a time and place, these actors rethink and recycle discarded and unwanted items, structures and ideas to take ownership, create new perspectives or survive the every day. This is a platform for local and impactful alternatives that are re-structuring approaches and knowledge systems for the benefit of many.

Vista da instalação
Quadro eletrônico sobre propaganda de tecidos ofertada gratuitamente ao artista em Johanesburgo <3

0 Comments2 Minutes

Gambiologia: a arte de ser criativo e inovador com o pouco que se tem

Matéria sobre gambiologia no site da Fundação Telefônica, a partir de entrevista com Fred Paulino.

gambiologia_tende%cc%82ncias_tecnologicas_736x341


0 Comments1 Minute